sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Etiquetas: , ,

Google tentou comprar a CyanogenMod


A mundialmente famosa "software house" CyanogenMod Inc recentemente reuniu-se com Sundar Pichai da Google (dispensa qualquer tipo de apresentações) que expressou a vontade de adquirir esta "start up" mas o desfecho é já conhecido: a proposta de compra foi recusada.


A vontade de financiamento da CM já tinha despertado a atenção de grandes players desta indústria, i.e. Amazon, Microsoft e a Yahoo, e acabou por, naturalmente, chamar também a atenção da Google. Nesta reunião que os números apontados pelo alto quadro da Google não terão entusiasmado a cúpula da CM, que procura uma valorização de 1 bilião de dólares (!) mas, por muito boa que seja no desenvolvimento de software baseado no android, a outra face da moeda revela que não geram muitas receitas ou rendimento e para um investidor, os números pedidos não batem certo.

Como sabemos, recentemente a CyanogenMod estabeleceu uma parceria com a OEM chinesa OnePlus em que assegura o software para o "flagship killer" OnePlus One.

O metier da CM é o desenvolvimento sobre o android que vai colmatando algumas lacunas ou adicionando algumas "features" sobre o android stock puro. No fundo, fazem uma ponte, uma ligação entre os fabricantes e/ou dispositivos e as 3rd party apps para que tudo funcione correctamente. Mas atenção, não se podem afastar deste raio de acção sob pena de quebra dos requerimentos do gigante de Mountain View e, nesse caso, teriam que desenvolver alternativas aos serviços da Google, inclusive, uma alternativa capaz ao Google Play. Não estamos a ver este cenário a acontecer porque seria um risco enorme.

Aproveitando o ensejo, informamos os nossos leitores que muito em breve iremos publicar a nossa review do OnePlus One. Vamos abordar todos os detalhes que precisas - ainda!! - de saber. P'ra "começo de conversa" já temos a análise de uma película protectora de ecrã.  Fica atento aos próximos dias.

Que achas destas reuniões de topo nesta industria. Deixa-nos qual a tua opinião sobre esta matéria nos comentários. É grátis!

0 comentários :

Publicar um comentário